Venda de medicamentos genéricos registra aumento em maio

O crescimento do mercado farmacêutico está aliado aos preços baixos oferecidos pelos genéricos e as iniciativas do governo, como o ‘Programa Farmácia Popular’ onde estão inseridos alguns medicamentos

Desde a regulamentação dos genéricos em 1999, sancionada pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, os brasileiros encontraram uma alternativa para cuidarem da saúde por um preço menor. A criação do genérico possibilitou a venda dos medicamentos a preços mais acessíveis, dando opção aos brasileiros de adquirirem um produto seguro e aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), com a mesma eficácia do medicamento original. Os genéricos conquistaram a confiança dos brasileiros e o medicamento comercializado pelo nome da substância ativa, sem marca comercial, ganha cada vez mais espaço nas prateleiras das farmácias e drogarias do país.

De acordo com os dados do IMS Health, no mês de maio, os genéricos registraram crescimento de 2,88% em relação ao mês de abril do mesmo ano e na comparação com o mês de maio, houve um crescimento de 13,23% no volume de vendas de unidades físicas. Ainda, no mesmo período, as vendas de medicamentos no geral, tiveram um aumento de 2,49% em relação ao mês anterior. Comparado com o mesmo período do ano anterior, o mês de maio registrou um crescimento de 6,79% nas vendas de medicamentos no geral.

O crescimento do mercado farmacêutico está aliado aos preços baixos oferecidos pelos genéricos e as iniciativas do governo, como o ‘Programa Farmácia Popular’ onde estão inseridos alguns medicamentos. Segundo o diretor executivo da Abradilan, Geraldo Monteiro, "estes fatores positivos permitem que a população tenha maior acesso aos medicamentos, possibilitando mais cuidados com a saúde e o bem-estar".